Whey Protein, Vitamina D e Exercícios Físicos na Sarcopenia.
Embora o início e a progressão do comprometimento muscular relacionado à idade seja multifatorial e complexo, as estratégias intervencionais que visam fatores de risco modificáveis podem proporcionar efeitos terapêuticos nesta população. Em particular, as intervenções com exercícios demonstraram influenciar positivamente a massa muscular, função e estado de mobilidade. 
Exercício Aeróbico em Indivíduos com Esquizofrenia: Benefícios Neurais e Neurocognitivos.
O déficit neurocognitivo foi identificado em indivíduos com esquizofrenia, incluindo distúrbios de memória, atenção, velocidade de processamento e funcionamento executivo. Esses déficits são anteriores ao início da doença e permanecem estáveis ​​ao longo do tempo. Essas dificuldades também foram associadas a uma maior incapacidade e a um menor resultado funcional nesta população, incluindo menor capacidade de manter rotinas diárias, vida independente, funcionamento social e emprego.
Luteína e Zeaxantina melhoram as funções cognitivas e de aprendizagem em indivíduos jovens e adultos.

O cérebro é uma estrutura fortemente baseada em lipídeos, altamente oxigenada, propensa ao estresse inflamatório. A ingestão dietética, boa ou má, pode influenciar o estado oxidativo e inflamatório do cérebro e, portanto, sua função. Outra categoria são os efeitos agudos sobre o metabolismo celular, onde a ingestão dietética está envolvida em todos os aspectos da função de um neurônio.

Regulação da Glicose Hepática via Sinalização de Nutrientes e Hormônios.
Em 2015, um estudo identificou um novo papel metabólico para a ação dos ácidos biliares no intestino. O receptor farnesoid X ativado (FXR) é expresso em todo o corpo, incluindo no fígado e intestino delgado, e sua ativação por ácidos biliares induz transcrição de genes regulados por FXR. Embora a ativação direta de FXR no fígado tenha provado ser metabolicamente benéfica, o resultado da ativação de FXR específica para o intestino permanece obscuro.
Nutracêuticos e outros suplementos para o gerenciamento da esclerose múltipla.

A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença autoimune e inflamatória do cérebro e medula espinhal, no qual a infiltração linfocítica focal resulta em danos na mielina e axônios. Inicialmente, a inflamação é transitória e a remielinização ocorre, mas geralmente não é duradoura. Na frequente EM remitente e recorrente, o curso inicial da doença é caracterizado por episódios de disfunção neurológica que geralmente são readquiridos.

Purple Tea – A variedade da Camellia Sinensis com efeitos na obesidade.

A prevalência da obesidade continua a aumentar e muitos suplementatos para perda de peso tem sido utilizados. Uma série de suplementos de perda de peso que contém uma variedade de ingredientes tem sido utilizados. O chá verde (as folhas de Camellia sinensis) e as preparações de chá verde tem sido comercializados e consumidos como suplemento para perda de peso e controle de peso durante vários anos..

Olá visitante, receba

notícias, vídeos e curiosidades sobre o mundo da nutrição
Insira seu e-mail:
Não mostrar novamente!
TOP