Genisteína Previne a Redução da DMO em Mulheres Pós-Menopausadas

por INSTITUTO HI-NUTRITION / 8 Junho 2018 / Estudo Científico

Introdução

A deficiência de estrógenos é uma das causas mais importantes da osteoporose. A terapia de reposição hormonal auxilia no aumento da Densidade Mineral Óssea (DMO) e diminui o risco de fraturas, porém está associada com efeitos adversos que podem limitar seu uso.

Os fitoesterois são uma alternativa as mulheres que apresentam efeitos colaterais à Terapia de Reposição Hormonal tradicional e podem auxiliar no aumento da DMO. Dentre os fitoestrógenos destaca-se a genisteína.

Genisteína, uma isoflavona da soja, tem sido estudada por anos como um componente biologicamente ativo. O embasamento cientifico têm demonstrado que a genisteína apresenta efeitos positivos no metabolismo ósseo e na DMO, após a administração por longos períodos, sem efeitos colaterais significativos nas glândulas mamárias e útero.

Objetivo do Estudo e Metodologia

Um estudo clínico, randomizado, duplo-cego, placebo-controlado conduzido por Arcoraci et al. (2017) teve como objetivo investigar os efeitos da administração de genisteína em mulheres pós-menopausadas com níveis baixos de DMO.

Para isso, 121 mulheres pós-menopausadas com DMO do ‘pescoço’ do fêmur menor foram separadas em dois grupos para receberem a seguinte posologia: Grupo 1 -Genisteína 54 mg, Cálcio elementar 1000 mg e Vitamina D3 800 UI, dose diária; Grupo 2 - placebo.

Resultados

A média da DMO do pescoço’ do fêmur aumentou de 0,60 g/cm2 na linha base para 0,68 g/cm2 após 1 ano e para 0,70 g/cm2 após 2 anos no grupo genisteína; A média da DMO do pescoço’ do fêmur diminuiu de 0,61 g/cm2 na linha base para 0,60 g/cm2 após 1 ano e para 0,57 g/cm2 após 2 anos no grupo placebo; no final do estudo a prevalência de mulheres com a osteoporose foi menor no grupo genisteína quando comparado com o placebo.

Conclusão

Este estudo sugere que a genisteína pode ser útil não somente em mulheres pós-menopausadas com osteopenia, mas também com osteoporose

Referências

Arcoraci V1, Atteritano M2, Squadrito F3, D'Anna R4, Marini H5, Santoro D6, Minutoli L7, Messina S8, Altavilla D9, Bitto A10. Antiosteoporotic Activity of Genistein Aglycone in Postmenopausal Women: Evidence from a Post-Hoc Analysis of a Multicenter Randomized Controlled Trial. Nutrients. 2017 Feb 22;9(2). pii: E179. doi: 10.3390/nu9020179.

TOP